Páginas

segunda-feira, janeiro 30, 2012

Paradise - Cold Play


Paradise

When she was just a girl
She expected the world
But it flew away from her reach
So she ran away in her sleep

And dreamed of para-para-paradise
Para-para-paradise
Para-para-paradise
Every time she closed her eyes

Ooohh

When she was just a girl
She expected the world
But it flew away from her reach
And the bullets catch in her teeth

Life goes on
It gets so heavy
The wheel breaks the butterfly
Every tear, a waterfall
In the night, the stormy night
She'll close her eyes
In the night
The stormy night
Away she'd fly

And dreams of para-para-paradise
Para-para-paradise
Para-para-paradise
Whoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh

She'd dream of para-para-paradise
Para-para-paradise
Para-para-paradise
Whoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh

La-la-la-la-la

And so lying underneath those stormy skies
She'd say oh-oh-oh-oh-oh-oh
I know the sun must set to rise

This could be para-para-paradise
Para-para-paradise
Para-para-paradise
Whoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh

This could be para-para-paradise
Para-para-paradise
This could be para-para-paradise
Whoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh

Paraíso

Quando ela era apenas uma garota
Ela esperava o mundo
Mas ele vôou fora de seu alcance
Então ela fugiu em seu sono

E sonhava com o para-para-paraíso
Para-para-paraíso
Para-para-paraíso
Toda vez que ela fechava seus olhos

Ooohh

Quando ela era apenas uma garota
Ela esperava o mundo
Mas ele vôou fora de seu alcance
E as balas ficaram presas em seus dentes

A vida continua,
Ela fica tão pesada
A roda quebra a borboleta
Cada lágrima, uma cachoeira
Na noite, a noite de tempestade
Ela fechará seus olhos
Na noite
Na noite de tempestade
Para longe ela voaria

E sonhos com o para-para-paraíso
Para-para-paraíso
Para-para-paraíso
Whoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh

Ela sonharia com o para-para-paraíso
Para-para-paraíso
Para-para-paraíso
Whoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh

La-la-la-la-la

E assim por debaixo dos céus tempestuosos
Ela dizia: ''oh, ohohohoh
Eu sei que o sol deve sair para se pôr"

Isto poderia ser o para-para-paraíso
Para-para-paraíso
Isto poderia ser o para-para-paraíso
Whoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh

Isto poderia ser o para-para-paraíso
Para-para-paraíso
Isto poderia ser o para-para-paraíso
Whoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh

sábado, janeiro 28, 2012



Para apreciar a beleza de uma flor, devemos antes saber lidar com os seus espinhos!

Rabiscos nao mudam o desenho original
Só aumentam a quantidade de tinta no papel (...)

sexta-feira, janeiro 27, 2012



Noite de sol,
dia de luar,
inverno sem frio,
verão sem calor,
é assim que são as coisas pra mim sem ter o seu amor.
Sei que estou fora de mim por ficar imaginando,
vendo e ouvindo coisas sem sentido.
Esperando esquecer o inesquecível,
e sonhando pra reacontecer o que hoje pra mim só de lembrar é tão sofrido.


quinta-feira, janeiro 26, 2012

Cabelos vermelhos - parte 2

111rd_large

Ela tinha os cabelos vermelhos;
vermelhos como sangue.
Seus olhos eram castanhos;
mas não havia brilho neles;
Sua boca era pequena;
levemente rosada,
e não possuía nenhum sorriso;
Ela gostava do sol,
mas não o via,
ela gostava do canto dos pássaros
mas nada ouvia.
E admirava o brilho da lua
porém, somente trevas em seu coração possuía.

Cabelos vermelhos - parte 1

401019_175482185892852_116554698452268_284529_1928227652_n_large


Ela tinha os cabelos vermelhos;
e gostava de observar o sol
Ela tinha os olhos castanhos;
e lábios pequenos.
Ela queria ouvir o cantos dos pássaros;
e o voar das asas das borboletas,
Ela tinha os cabelos vermelhos,
vermelhos como sangue.
Ela tinha olhos castanhos,
castanhos amendoados;
Ela gostava de observar o céu,
as nuvens, e as estrelas.
Ela tinha um sorriso no rosto
e paz no coração.
Tumblr_lvp7l7n2h31qf1gz5o1_500_large

Será que palavras tem o poder de demonstrar os verdadeiros sentimentos?

"Eu irei escrever apenas para você saber
Que estou bem"




domingo, janeiro 22, 2012

sexta-feira, janeiro 20, 2012

Você é...




Vai ver que a tua boca fala a mesma lingua que a minha
E que jogar conversa fora é o melhor pra se fazer hoje em dia
Em um milhão de planos, nós damos a volta ao mundo
Voamos alto que absurdo
Deixamos a louça pra mais tarde

Você é
Nem sei dizer
Você é
Nem precisar
Você é
O tudo mais
Você é
Sem comparar.

Eu sei que você sabe tudo que acontece comigo
Que nem todos os dias são os dias mais perfeitos
Que eu gosto de dormir do lado esquerdo
E que demoro muito no chuveiro
Não devem ser fáceis as minhas manias

Você é
Nem sei dizer
Você é
Nem precisar
Você é
O tudo mais
Você é
Sem comparar.

Você é
Tão natural
Você é
O sem igual
Você é
Nem sei dizer
Você é
Nem precisar
Você é
O tudo mais
Você é
Sem comparar
Você é
O meu caminho

quarta-feira, janeiro 18, 2012

Garotas Lunáticas


São elas, as garotas aventureiras, poetisas, guerreiras, lunáticas!
Passam despercebidas pela maioria das pessoas, porque elas não enxergarem o verdadeiro
charmede sua inteligência. Gostam de ler, escrever e amam a natureza!
Não se importam com o que os outros falam, não gostam desse sistema de gente que mata
por dinheiro, gostam de conteúdo e não de marcas caras e coisas fúteis, viajam longe
sem sair de onde estão. Possuem um próprio mundo surreal cheio de amor e doçuras
onde elas cantam, pintam, escrevem, amam e encantam. Querem viver de paz, música e amor.


Lunáticas têm um jeito diferente das outras garotas tanto no modo de pensar quanto de agir.

Fonte: Comunidade

sábado, janeiro 14, 2012

quinta-feira, janeiro 05, 2012




Eu sou feita de carne, ossos e pele.
Eu sou feita de pensamentos, sentimentos e tentativas.
Eu faço parte da natureza e da humanidade.
Eu tenho vários mundos e diferentes realidades.
Eu penso e desfaço, refaço meus passos  e volto atrás.
Eu quero sorrir e chorar.
Viver e poder então morrer.
Eu quero aquilo que não tenho e cada vez mais o que posso ter.
Eu sou eu e mais ninguém.

J.B.




A borboletas...
Elas me encantam, sabe porque?
Antes de ser borboleta, elas são lagartas, criaturinhas sem braços e sem pernas, o único propósito dessa lagarta é comer folhas, ficar forte e construir seu casulo; quando o casulo está pronto ela se refugia dentro dele, e permanece ali por até que a metamorfose seja completa. Não importa se para virar borboleta ela tenha que ser assim: um animal que não é atraente para os olhos; vc prestaria atenção em uma lagarta? Ou preferiria ficar a observar uma borboleta? Pois bem, durante toda a sua caminhada a lagarta pode por muitas vezes se decepcionar, ser ofendida por ser como é, mas ela jamais esquece seu objetivo, jamais esquece o que ela quer ser no futuro. E depois da transformação, ela vira outra, vira um ser envolto em cores, alegrias e sentimentos; não que ela não fosse assim antes, ela era, mas tudo fica mais bonito após um sonho realizado.
Eu admiro as lagartas, elas também me encantam.
           Algumas espécies ao vivarem borboletas, tem apenas 8h de vida. E isso faz com que esse tempo seja ainda mais precioso e mais especial, pois cada segundo é vivido pois pode ser o último.
Todas elas sabem dar valor ás etapas de suas vidas: lagarta, casulo e borboleta.
Queria eu poder ser como uma lagarta, como uma borboleta!

quarta-feira, janeiro 04, 2012

Solitário-danbo_large

Eu queria escrever o poema mais lindo,
Eu queria fazê-la sorrir de muita felicidade,
Eu queria abraçá-la e dizer que ela é tudo pra mim,
Eu queria chegar perto dela e por apenas uns instantes ficar,
Olhar em seus olhos e dizer que ela é a pessoa que faz o meu coração chorar.
Sinto saudades, sinto amor, sinto solidão,
Sinto meu peito disparar quando lembro-me do seu sorriso tímido.
E é nessa hora que começa doer meu castigado coração.
É bem provável que ela não sinta o mesmo por mim,
É bem provável que ela não tenha por mim nem consideração.
Mas sei que por mim ela tem nem que seja uma pequena recordação.
Nunca cheguei pra ela e disse o que se passava,
O que pensava, o que sofria e muito menos que a amava.
Talvez um dia a coragem bata na minha porta,
Talvez nesse dia eu diga que a amo de verdade,
Mas tenho medo que seja tarde,
E ter que acordar no dia seguinte revoltado com a realidade.




O que pra você não tem valor, pra mim pode ter a maior importância.

terça-feira, janeiro 03, 2012



Como alguém pode acreditar em algo assim?
Eu não creio em contos de fadas, com príncipes e com seu final feliz.
Eu creio em pessoas, com defeitos, devaneios e cicatrizes.
Eu creio em felicidade passageira no tempo, e eterna no coração.
Eu acredito nas pessoas, nas palavras e nos erros: eles nos mostram quem somos e da onde viemos.
Eu não quero um final, eu quero um recomeço.
Eu não quero um capitulo, eu quero uma jornada.
Eu não quero minha metade para sempre comigo.
Eu quero alguém por inteiro aqui e agora.